Um dos resultados do projeto Wikimapas é o documentário, que ainda pode ser exibido em eventos e festivais

Um dos resultados do projeto Wikimapas é o documentário, que ainda pode ser exibido em eventos e festivais

Desde 2011 favelas e morros foram suprimidas do mapa, sendo substituídos pelos chamados

Desde 2011 favelas e morros foram suprimidas do mapa, sendo substituídos pelos chamados "vazios cartográficos"

O resultado da Cartografia Social será lançado em uma publicação no próximo mês

O resultado da Cartografia Social será lançado em uma publicação no próximo mês

Prev Next

Favelas lutam por representatividade

Quando Estácio de Sá desembarcou em terras cariocas, 450 anos atrás, era impossível imaginar que a cidade se tornaria uma das vitrines do Brasil. Apesar da fama, algumas localidades do Rio de Janeiro ainda seguem invisíveis aos olhos da maioria. Mas iniciativas como mapeamentos participativos vêm para tentar sanar este problema. 

Deborah Athila | Redação Viva Favela | RJ

Encontro discute papel da mulher na política

Há menos de um século as mulheres conquistaram seus direitos na vida política, como votar e serem votadas. O disparate de gênero em relação a brasileiros que exercem cargos políticos ainda é imenso: mais de 90% dos eleitos são do sexo masculino. Esta e outras reflexões foram feitas no Encontro de Mulheres, dia 24 de fevereiro, em comemoração à data do primeiro voto feminino no Brasil.

Juliana Portella | Nova Iguaçu | RJ

O templo que fundou um bairro

Tenda Mirim, na Baixada Fluminense, foi batizado por seus moradores recém-chegados ao terreno de Comendador Soares onde nasceu o bairro. O nome faz referência a um centro espírita fundado nos anos 1950. Ruas como Pai Joaquim, Vovó Catarina também fazem homenagem ao templo.

Letícia Rocha | Nova Iguaçu | RJ

Campinho faz retrospectiva de seus carnavais

Fundada em 1987, a G.R.E.S. Unidos de Campinho enrolou bandeira em 1997, deixando saudade em quem fez parte de sua história.  Às vésperas do carnaval, Marly Silva, moradora de Campinho e ex-integrante da ala das baianas da escola de Cascadura,  relembra a rivalidade com a Rocinha e revela ao correspondente Raphael Khaleb o sonho da comunidade de voltar a ter uma representante na avenida. 

Raphael Khaleb | Morro do Fubá | RJ

Musa da Rocinha brilha na Viradouro

Nascida e criada na Rocinha, Isabele Gianazza tem uma história digna de conto de fadas. Descoberta por acaso num ensaio da Acadêmicos da Rocinha, hoje ela ocupa o posto de primeira musa da Viradouro. Casada e mãe uma filha que é sua fã número um, Isabele segue há mais de uma década abrilhantando o carnaval carioca. 

Cecília Vasconcelos | Rocinha | RJ

Folia de rua ressurge na Penha

Moradores da Penha comemoram o ressurgimento dos blocos de rua no bairro, que teve sua época áurea nos anos 1970 com agremiações como o Carinhoso e o Vai Barrar? Nunca! e a presença de foliões ilustres. No ano passado, a Banda Devassa, fundada por moradores em 2011, arrastou 3 mil foliões.

Cláudia Sanches | Penha | RJ

Um novo carnaval pulsa no Rio

O carnaval de rua do Rio renasceu, apareceu e cresceu muito. Blocos temáticos somam força aos tradicionais, como o cinquentenário Cacique de Ramos. Nas zonas Norte e Oeste, o ressurgimento dos blocos de bairro permite que moradores brinquem o carnaval sem enfrentar trânsito para a Zona Sul e o Centro do Rio. Prova disso é a supergenda que o Viva Favela preparou, com mais de 300 opções de folia.

Redação Viva Favela | RJ

Monarco é enredo em escola de Nova Iguaçu

O compositor Monarco compôs seu primeiro samba, Crioulinho sabu, em Nova Iguaçu, aos oito anos de idade. Décadas e muitos sambas depois, o bamba que se consagrou na Portela, é homenageado no Carnaval iguaçuano, como enredo da atual campeã do carnaval local, a Império de Cabuçu.

Juliana Portella | Nova Iguaçu | RJ

'Quebradas' inova com seleção recorde

Uma troca de saberes, conhecimentos, vivências. Em sua sexta edição, a Universidade das Quebradas é um projeto apoiado pela UFRJ  que articula a cultura das periferias com o ambiente das universidades.  A próxima turma de produtores e artistas oriundos de favelas tem quase 100 alunos aprovados no projeto de seleção pela boa qualidade de seus projetos.

Cláudia Sanches | Penha | RJ

Viva Rio

Ensaios



Maré se une para pedir paz. Por Naldinho Lourenço.

Agenda

Vídeos

Alexandre Izaías, passista da Acadêmicos da Rocinha

Morador da Rocinha, o passista Alexandre Izaías fala sobre a emoção de desfilar pela primeira vez numa ala composta somente por drag queens.

Revista

#21 Comunicação na Favela

Editora convidada: Raquel Paiva

Blogs

Login