Nos anos 50 e 60, águas eram cristalinas e peixes, abundantes

Nos anos 50 e 60, águas eram cristalinas e peixes, abundantes

“Quem conheceu isso aqui no passado e vê hoje, até chora”, afirma Gilberto Monteiro

“Quem conheceu isso aqui no passado e vê hoje, até chora”, afirma Gilberto Monteiro

Lixo e lama hoje atestam a triste situação ambiental do mar no Caju

Lixo e lama hoje atestam a triste situação ambiental do mar no Caju

Prev Next

​Auge e decadência da pesca no Caju

A pesca artesanal resiste com dificuldades no Caju, em concorrência com as atividades industriais do porto do Rio de Janeiro. Há menos de 50 anos atrás, o bairro chegou a ter a mais importante colônia de pescadores da cidade.  

Clarisse Werneck, Daniela Pereira e Ricardo Costa | Caju | Rio de Janeiro | RJ

Quadrilhas juninas são tradição no Caju

"Quadrilhão", "Vem Dançar", "Trancos e Barrancos" e "Nova Geração" fazem parte de uma manifestação cultural que tem campeonatos estaduais e nacionais, regulamentos criteriosos e fantasias a R$3 mil.  

Lina Soares | Caju | Rio de Janeiro | RJ

Feira orgânica resgata praça na Penha

Mobilização de moradores traz a Leopoldina primeira feira orgânica da Zona Norte. Superando expectativas de público, o projeto também resgatou praça do bairro, que ameaçava virar sede da UPP. 

Claudia Sanches | Penha | Rio de Janeiro | RJ

Mangue cresce nas areias de Sepetiba

Praia de Sepetiba volta a ser tomada pelo manguezal, apenas dois anos após as obras de reabilitação de sua faixa de areia. Fenômeno é provocado pelo assoreamento da baía que, segundo Inea, pode ser resolvido com saneamento básico, previsto para chegar na localidade ano que vem. 

Telma Lopes | Sepetiba | Rio de Janeiro | RJ

Turistas mudam rotina no Cabritos

Comunidade em Copacabana recebeu diversos estrangeiros, na maioria da América do Sul. Apesar de pouparem bastante, a chegada dos turistas turbinou negócios locais e promoveu troca cultural valiosa entre brasileiros e estrangeiros.    

Junior Almeida | Tabajaras e Cabritos | Rio de Janeiro | RJ

Caju sedia Copa da esperança da Fifa

O Complexo do Caju acolheu o Festival Football For Hope, evento social da Fifa que reuniu jovens de projetos sociais de 26 países em torneio de futebol para promover a integração pelo esporte. 

Lina Soares | Caju | Rio de Janeiro | RJ

Estas figurinhas vale a pena colecionar

Moradores de Jardim Catarina, bairro de São Gonçalo, criaram álbum com 508 figurinhas dos times amadores locais, dos craques veteranos e até da escola de samba Boêmios do Catarina. As vendas superaram as expectativas e uma nova edição começa a ser preparada.   

Rosana Mendes | São Gonçalo | RJ

A mudança que vem pelas mãos de Zezé

Depois de vencer três Ligas Nacionais e um Pan-Americano, Maria José Batista de Sales, a Zezé, ensina handebol a crianças e adolescentes de Ramos, no Rio de Janeiro. Alguns alunos já competem profissionalmente e ela espera que o esporte mude suas vidas - como aconteceu com ela mesma. 

Rosilene Miliotti | Complexo da Maré | Rio de Janeiro | RJ

Adesivo pode ajudar usuário de ônibus

Através de smartphones, usuários de ônibus podem ter informações sobre linhas, trajetos e atrações turísticas próximas. Hoje, 5 mil pontos de ônibus contam com a ajuda de um adesivo, recurso que, para a população, traz um misto de desconhecimento, interesse e descrença.   

Deborah Athila | Redação Viva Favela | RJ

Viva Rio

Ensaios

Beleza por um fio

Beleza por um fio, por Vitor Madeira.

Vídeos

A rainha das quentinhas no Alemão

Dona Silvia vende quentinhas há mais de 20 anos no Complexo do Alemão, pelo preço módico de R$2 a refeição.


Favela Tem Memória registra lembranças dos moradores mais velhos, sentimentos, experiências pessoais e familiares, e recolhe relatos de acontecimentos marcantes com suas diferentes interpretações.

Revista

#19 Gente

Editora convidada: Renata Rezende

Blogs

Login