O Bolsa Gestante 2022 detém uma série de questões específicas, sobretudo por ser um benefício recente e por isso poucos brasileiros de fato compreendem tudo o que envolve essa vantagem que algumas mulheres grávidas já podem requerer.

Nesta nova gestão governamental o já conhecido Bolsa Família passou a ser chamado de Auxílio Brasil ao dispor de modificações em seu regulamento.

Dentre as mudanças mais expressivas encontra-se o Bolsa Gestante 2022 que agora é agrupado ao benefício primário no caso de famílias que apresentam uma mulher grávida. Para mais informações, continue sua leitura!

Bolsa Gestante 2022

Bolsa Gestante 2022

Quem tem direito ao Bolsa Gestante 2022

O direito ao Bolsa Gestante, como o nome já diz, é um benefício adquirido por todas as mulheres grávidas que encontram-se em famílias de baixa renda. Mas não é somente isso, também é possível acessar essa vantagem de outros meios.

Em síntese, também terão direito ao Bolsa Gestante em 2022:

  • Famílias com mulheres grávidas onde a renda per capta não ultrapasse R$ 200,00;
  • Mulheres que estão indo para a segunda gestação, desde que haja um período equidistante de 12 meses entre uma gravidez e outra;
  • Grupos familiares com mais de uma mulher grávida receberão o benefício pertinente à sua situação, contanto que a regra dos recebimentos seja respeitada.

Requisitos Bolsa Gestante 2022

Como se não bastasse o que foi listado acima, também há requisitos secundários que tanto as mulheres quanto suas respectivas famílias precisam se adequar. Confira:

  • Estar devidamente cadastrada no CadÚnico;
  • Já receber mensalmente os benefícios do Auxílio Brasil ou criar um novo cadastro;
  • Contar com informações atualizadas e sem omissões.

Aliás, as mulheres grávidas e desempregadas também podem acessar o benefício, tendo em vista que não exige-se vínculo empregatício para solicitá-lo.

Neste sentido, estar dentro do que é definido pelo Governo Federal torna-se imprescindível para quem deseja solicitar o Bolsa Gestante 2022 por meio do Auxílio Brasil. Redobre suas atenções!

Confira Também:

Como se Cadastrar no Bolsa Gestante 2022

Para se cadastrar no Bolsa Gestante 2022 as famílias precisam compartilhar seus dados para com o Ministério da Saúde. Deste modo, o Governo Federal realiza uma análise precedente para enfim definir se o requerente deve ou não ser beneficiado.

Outro ponto a ser considerado aqui remete-se à necessidade da gestante ser consultada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), onde a gravidez precisa ser constatada. Para sanar outras dúvidas, a gestante pode ligar para o número 121 gratuitamente e assim ser direcionada aos outros passos.

Como nosso objetivo é facilitar a sua vida e tirar quaisquer questionamentos que possam surgir acerca desta temática, elaboramos um passo a passo completo capaz de promover um cadastramento rápido de qualquer pessoa no Bolsa Gestante 2022, após a gravidez ser constatada. Acompanhe o guia abaixo:

  1. Após completar a consulta no SUS, a mulher grávida precisa estar cadastrada no Cadastro Único junto ao perfil da família que já recebe ou passará a receber o Auxílio Brasil;
  2. Para isso, acesse o portal do acesse o portão do CadÚnico, neste site: https://meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico/;
  3. Você irá se deparar com um formulário digital que precisa ser completado;
  4. Desta forma, utilize seus documentos e dados para gerar informações importantes como nome completo, nome materno, data de nascimento, estado e município;
  5. Releia para ter a certeza de que nenhum dado foi omitido ou digitado de modo errôneo;
  6. Siga para a validação da indicado a aba “Não sou um robô”;
  7. Na sequência, clique no botão “Emitir Certidão”;
  8. Ao acessar o documento na versão digital, você terá a oportunidade de imprimi-lo para enfim apresentar na prefeitura de seu município ou no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e assim solicitar oficialmente sua Bolsa Gestante 2022!

Obs.: Quem preferir, também poderá realizar esse procedimento pelo aplicativo “Meu CadÚnico” que é disponibilizado para aparelhos móveis gratuitamente pelas principais lojas de aplicativos da atualidade (Google Play Store e Apple Store). Veja como é simples:

  1. Vá até a loja de aplicativos de seu smartphone ou tablet e procure por “Meu CadÚnico”;
  2. Ao identificar o app correto, faça o download e prossiga para a instalação;
  3. Agora, promova seu cadastro de maneira integral e confira se todos os dados estão corretos;
  4. Passe pela etapa de segurança assinalando o tópico “Não sou um robô” e depois clique em “Emitir Certidão”;
  5. Por fim, o último passo é similar à emissão convencional, visto que você deverá imprimir o documento e leva-lo até o CRAS sua cidade;
  6. E pronto, a sua solicitação pelo Bolsa Gestante 2022 estará completa!

Nota: é muito importante que as famílias estejam atentas a todos os requisitos além de separar os documentos de maneira antecipada, pois desta forma aumentam-se as possibilidades de contemplação ao benefício, ainda mais se tratando de um auxílio social tão novo. Leve isso em consideração!

Leia Ainda:

Valor do Bolsa Gestante 2022

Uma das maiores dúvidas que permeiam entre as mulheres gestantes e famílias de baixa renda que se adequam às normas descritas anteriormente consiste em saber qual o do benefício destinado as gestantes por meio Auxílio Brasil 2022.

Sendo assim, toda e qualquer mulher gestante que esteja dentro dos requisitos do programa serão pagas com uma taxa mensal de R$ 39,00 durante os 9 meses de gestação, independentemente se o bebê nascer prematuramente ou até mesmo em casos mais severos como o aborto espontâneo.

Há ainda outros benefícios sociais, porém o bolsa gestante somente será pago neste período limite, cabendo aos familiares adequarem-se aos demais programas sociais se desejarem continuar sendo auxiliados pelo Governo Federal.

O tempo da solicitação também é decisivo para que o auxílio seja aproveitado pela mulher que fez a solicitação, tendo em mente que a liberação pode demorar alguns dias e, dependendo da data, a primeira paga pode ficar longe do dia do requerimento, uma vez que os pagamentos ocorrem em conformidade com o Auxílio Brasil.

Outro ponto a ser considerado é que, embora este seja o primeiro ano do benefício, o Governo Federal pretende estendê-lo por atingir diretamente as famílias que mais precisam de auxílio durante este período.

Para os próximos anos, o Governo Federal pretende estudar meios de fazer com que esse auxílio seja mantido com valores atualizados em razão da inflação monetária brasileira.

5/5 - (1 vote)
Categorias: Benefícios

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.