Com as novidades do PIS/PASEP para este ano de 2022, é indispensável que os brasileiros estejam por dentro de tudo o que envolve este assunto. Logo, trouxemos para a discussão neste artigo cada passo que você precisa dar para fazer a Consulta PIS pelo CPF.

Diante do exposto, há uma série de questões que incidem sobre essa temática e saber exatamente qual caminho seguir é primordial, ainda mais pelas regras deste benefício. Averigue com atenção aos detalhes:

Consulta PIS pelo CPF

Consulta PIS pelo CPF

Quem tem direito

Recentemente a Previdência Social definiu alterações em diferentes níveis do Programa de Integração Social (PIS), o que gerou incontáveis dúvidas ao contribuintes em relação com quem tem direito ao PIS 2022. Em paralelo, observou-se uma necessidade de adequação por parte de quem já recebe ou será pago pela primeira vez.

Neste contexto, terão direito ao pagamento do PIS no ano de 2022, todos aqueles brasileiros que:

  • Dispõem de um cadastro ativo no PIS por, no mínimo, cinco anos;
  • Arrecadaram mensalmente valores que não excedam o limite de dois salários mínimos vigentes durante o ano base;
  • Contam com uma participação assertiva pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS);
  • Atuaram profissionalmente em seu cargo de forma oficial por, pelo menos, 30 dias durante o ano base.

Ademais, é preciso destacar que a Caixa Econômica Federal é a responsável por todas as ações perante o PIS, enquanto que o calendário PASEP 2022 (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) é de responsabilidade do Banco do Brasil. Não se esqueça!

Consulta PIS pelo CPF 2022

É natural ter dúvidas sobre o PIS 2022, porém o primeiro passo consiste em entender sua real diferença com o Pasep. Ambos os benefícios dispõem da mesma finalidade, que é favorecer o trabalhador de acordo com suas contribuições.

Em contraponto, o PIS é indicado apenas para os trabalhadores da inciativa privada com pagamento ativo via PJ (Pessoa Jurídica) enquanto que o PASEP resume-se ao benefício direcionado aos colaboradores do setor público.

Dito isso, como o enfoque deste texto é o PIS, este será o momento de lhe ensinar a chegar até este benefício através de uma simples consulta.

A abrangência deste método está na possibilidade de completa-lo via aplicativo Caixa Trabalhador, CTPS Digital ou ainda a consulta do PIS pela internet por meio do site Gov.Br. Contudo, em ambos os casos exige-se que o requerente tenha em mãos o seu CPF. Veja como é fácil:

Pelo App Caixa Trabalhador

  1. Vá até a loja de aplicativos de seu smartphone e procure por “Caixa Trabalhador” (Google Play Store ou Apple Store);
  2. Clique em “Instalar” ou prefira a opção “Atualizações”, caso já tenha o app e precise atualiza-lo;
  3. Independentemente da forma escolhida, prossiga abrindo o app;
  4. Faça um login com dados que precisam ser cadastrados antecipadamente no portal Gov.Br;
  5. Passe pelo procedimento de segurança e adentre ao portal;
  6. Agora, basta escolher “Consultas” e depois “Consultar PIS”;
  7. Automaticamente o sistema vai reconhecer o seu perfil para enfim informar tudo o que você precisa saber sobre esse benefício.

Pelo App Carteira de Trabalho Digital

  1. Se você já possui o aplicativo CTPS Digital em seu smartphone ou tablet, saiba que este procedimento pode ser ainda mais fácil. Lembre-se de atualizar o app frequentemente;
  2. De modo secundário, utilize-se de um login rápido com seus dados e documentos pessoais + senha;
  3. Na ferramenta digital, avance até a lupa de busca e digite “PIS”;
  4. Na página posterior, escolha “Consultar” e visualize cada uma das informações relacionadas às datas e valores de seu PIS 2022.

Pelo site Gov.Br

  1. Aqui, basta ir até seu navegador favorito e colar este link: https://www.gov.br/pt-br;
  2. Uma vez dentro do site, opte por “Entrar”;
  3. Indique seu número de CPF ou certificado digital e uma senha que necessariamente deve ter sido cadastrada neste portal;
  4. Com o acesso liberado, navegue pela plataforma e assinale o campo “Abono Salarial” e, em seguida, “PIS/PASEP”;
  5. Informe ao sistema o seu CPF mais uma vez e aguarde a pesquisa por seu benefício;
  6. Logo na sequência, clique em “Detalhar” e analise os dados.

Consulta Número do PIS

Similarmente ao que trouxemos acima, não há como consultar os valores e datas do recebimento deste benefício se o trabalhador não souber qual é o seu respectivo número do PIS.

Entendendo tal situação, apresentaremos neste tópico final um manual direto sobre como obter este código via portal Meu INSS e ainda pelo aplicativo Caixa Trabalhador. Observe:

Pelo portal Meu INSS

  1. Procure pelo aplicativo “Me INSS” na loja de Apps do seu celular ou tablet ou vá até o seguinte site: https://meu.inss.gov.br/#/login;
  2. Para logar, será imprescindível dispor de uma conta no site Gov.Br. Providencie com antecedência seguindo nossas dicas dispostas acima;
  3. Selecione a opções “Sou humano” e avance;
  4. Nesta etapa, o menu inicial dará a opção “PIS/PASEP”;
  5. Logo em seguida, clique em “Número do PIS” e “Consultar”;
  6. Você poderá ver qual é a numeração referente ao seu PIS para dar sequência a qualquer solicitação secundária.

Pelo App Caixa Trabalhador

  1. Volte mais uma vez ao aplicativo Caixa Trabalhador ou baixe-o novamente sem custos adicionais através de seu dispositivo móvel;
  2. Realize o login da forma padrão, ou seja, com CPF e senha;
  3. Clique em “Avançar” após digitar os dados contidos em uma imagem que, nada mais é, do que a etapa de proteção da plataforma virtual;
  4. Assim que o acesso foi liberado, aproveite para procurar por “PIS” e “Número do PIS”;
  5. Ainda nesta página, você encontra um botão identificado como “Consultar”;
  6. Clique e verifique todas as informações desejadas sobre seu benefício, assim como os dígitos de seu código do PIS;
  7. E pronto!

Além disso, quem preferir também pode realizar essa consulta do PIS pelo telefone, através de uma ligação gratuita para o número 135 do INSS ou o 0800 7260207 da Caixa Cidadão.

Em ambos os casos o atendimento ocorre 24 horas por dia e 7 dias por semana, sendo que o requerente precisará responder a uma série de perguntas de segurança antes de ter o acesso às informações desejadas.

Como se não bastasse todas estas opções, o portal Carteira de Trabalho Digital é seu último meio de obter tal informação com base somente em seu número de CPF. Aproveite!

5/5 - (1 vote)
Categorias: Trabalhador

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.