Consultar o PIS Pela Internet trata-se da forma mais rápida e prática de alcançar seus objetivos diante das novidades do PIS (Programa de Integração Social). Por isso, todo e qualquer beneficiário neste ano de 2022 precisa ficar atento às mudanças para garantir seu recebimento.

Partindo deste ponto, elencaremos neste artigo tudo o que você precisa conhecer sobre como consultar o PIS online, desde documentos obrigatórios, até quem tem direito e como funciona o saque. Entenda os detalhes:

Consultar PIS Pela Internet

Consultar PIS Pela Internet

Documento Necessário para Consultar o PIS Online

Antes de qualquer coisa, os brasileiros interessados em consultar o PIS online terão que dispor de uma série de documentos e dados em mãos, então trate de ordena-los previamente.

Caso você tenha dúvidas quanto a este respeito, aproveite para ler a nossa listagem abaixo e enfim saber o que será necessário:

  • RG e CPF;
  • Identificação de cumprimento às exigências militares (especificamente para homens com mais de 18 anos);
  • Carteira de Habilitação, se houver;
  • Endereço atualizado (Rua, número, bairro e CEP);
  • Meios de contato (Endereço de e-mail e número de telefone);
  • Identidade oficial (estrangeiros);
  • Passaporte, se houver.

Como Consultar o PIS Pela Internet

Após separar todos os documentos necessários, siga para a consulta do PIS. Neste ponto, você pode escolher entre duas opções básicas: acessar o site “Meu INSS” ou baixar o aplicativo “Caixa Tem”.

Incialmente, é muito importante que você tenha pelo menos o número de CPF, pois sem ele é impossível chegar até o valor e/ou data do PIS pela internet.

Outra obrigatoriedade, neste sentido, condiz com a precisão de obter uma forma de como saber o número do PIS de maneira prévia, já que ele deve ser inserido no formulário de acesso ao benefício.

Posto isso, trouxemos manuais de acesso para cada uma das formas de consulta do PIS online. Entenda como é simples e opte pelo modo que mais se adequa ao seu perfil:

Consultar o PIS pelo site Meu INSS

  1. Dirija-se até o portal “Meu INSS” (https://meu.inss.gov.br/#/login);
  2. Clique em “Entrar com Gov.br”;
  3. Efetue um login rápido caso já disponha de um cadastro neste portal. Caso contrário, preencha o formulário de inscrição;
  4. Volte ao menu inicial e valide sua senha;
  5. Selecione “Sou humano” para liberar o acesso;
  6. Ao avançar até o portal, busque por “PIS” e depois basta selecionar “Consultar”;
  7. Enfim, você verá cada uma das datas, valores e saldos de sua conta.

Consultar PIS via Caixa Tem

  1. Entre no portal Caixa Tem após baixar o aplicativo via loja de apps de seu smartphone ou tablet;
  2. Veja já há atualizações e complete o processo de instalação;
  3. Abra o app e faça um login rápido;
  4. Nesta fase, lembre-se de identificar-se corretamente com seu CPF e número do PIS;
  5. Clique em “Não sou um robô” e, na sequência, em “Acessar”;
  6. Procure pelo campo “Abono Salarial – PIS/PASEP”;
  7. Na aba “Consultar” indique o período vigente;
  8. Verifique cada uma das informações relacionadas ao seu PIS.

Pelo portal CNISNET

Outra possibilidade cabível para quem não se interessar por nenhuma das opções acima é a consulta pelo portal do CNISNET. Entenda como prosseguir:

  1. Acesse o portal oficial do CNISNET, aqui: https://cnisnet.inss.gov.br/;
  2. Na página de início, indique o botão “Cidadão”;
  3. Posteriormente, siga para o formulário de cadastro inserido o seu número de CPF, nome completo e outros dados tidos como obrigatórios;
  4. Em sequência, prefira a opção “PIS/PASEP” e depois “Consultar PIS”;
  5. Conclua essa etapa visualizando cada uma das informações pertinentes ao seu PIS de 2022;
  6. E pronto!

Quem tem direito ao PIS

Em linhas gerais, não são todos os brasileiros que tem direito ao PIS, ainda mais com as novidades observadas nos últimos anos. Sendo assim, mesmo que você tenha recebido o benefício em anos anteriores, isso não significa que tornará a obtê-lo nesta nova etapa.

Ao saber disso, torna-se crucial seguir a cada uma das normas e requisitos do PIS, dos quais ressaltamos na listagem abaixo:

  • Estar devidamente cadastrado na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS;
  • Ter rendimentos mensais abaixo de 2 salários mínimos (valores vigentes no ano base);
  • Ter trabalhado por, pelo menos, 1 mês durante o ano base de 2021;
  • Contar com um cadastro no NIS/PASEP com 5 anos ou mais.

Como Sacar o PIS

Agora que você já sabe quem pode ou não obter tal benefício, está mais do que na hora de conferir de fato como funciona o saque do PIS.

Em primeiro lugar, os rendimentos são demandadas aos cotistas os beneficiários tanto do PIS quanto do PASEP 2022 de acordo com os requisitos pertinentes a cada categoria.

O valor, por sua vez, depende estritamente do tempo de trabalho desempenhado no ano base. Isto é, quem trabalhou por mais tempo terá consequentemente mais à receber.

Posteriormente a estas questões, torna-se relevante saber como fazer o saque do PIS. Observe o passo a passo:

Sacar o PIS pelo Caixa Tem

  1. Baixe o aplicativo e identifique-se;
  2. Verifique se há saldos;
  3. Caso tenha, envie-os para a sua conta do internet banking e pronto!

Sacar o PIS pelo crédito em conta

  1. Dirija-se até uma unidade da Caixa Econômica Federal;
  2. Informe seus dados pessoais e bancários;
  3. Utilize-se de uma conta ativa (corrente ou poupança) para obter o benefício de forma automática.

Sacar o PIS pela Caixa Econômica Federal

  1. Vá pessoalmente até uma agência da Caixa Econômica Federal (Não é necessário agendamento);
  2. Escolha falar com um atendente e informe seu intuito;
  3. Demonstre os documentos solicitados e providencie o saque.

Sacar o PIS pelo Cartão Cidadão

  1. Aqui, você consegue obter seus rendimentos do PIS/PASEP sem a necessidade de auxílio de um atendente do banco, otimizando o seu tempo;
  2. Para tanto, dirija-se até uma unidade da Caixa Econômica Federal e vá até um caixa eletrônico;
  3. Continue atentando-se às datas do pagamento;
  4. Assim que o mesmo for liberado, ele já estará disponível em sua conta;
  5. Sendo assim, insira o cartão e aguarde o sistema fazer o reconhecimento;
  6. Faça, primeiramente uma consulta e veja qual o valor em si;
  7. Se houverem rendimentos, faça um saque convencional;
  8. Caso prefira, envie os valores para a sua conta ou faça uma transferência para outro banco pelo próprio caixa eletrônico.
5/5 - (1 vote)
Categorias: Trabalhador

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.